A história dos Morgano, a história de Capri

Existe uma família em Capri que criou a história da hospitalidade e acolhimento na ilha.

É a família Morgano, sempre pronta a receber os viajantes que desembarcam em Capri com o sorriso no rosto. Seus hotéis são sinônimo de qualidade ao longo da história.

Mais de um século de história...

1880

Caffè Morgano

Giuseppe e Lucia Morgano começam a gerenciar o caffè Zum Kater Hiddigeigei transformando-o no ponto de encontro noturno dos turistas alemães. Vendiam cervejas e comidas, além de livros, papéis, roupas de praia e vários artigos de época difíceis de encontrar em uma ilha...

O escritor Compton MacKenzie escreveu: "Receber um copo de vermute das mãos da dona Lucia Morgano é como beber diretamente nas fontes milagrosas da Mãe Terra".

Família Morgano
Família Morgano
1914

Lo Splendid se transforma em Tiberio

Giuseppe Morgano comprou o hotel Splendid, na via Croce que continua sob gestão da SIA (a sociedade italiana de hotéis). Em 1932 vencia o aluguel do Tiberio. O pequeno Mario Morgano fica acordado a noite inteira com sua avó esperando a hora do vencimento. A SIA não renova e a família compra também a gestão: Angela e Lucia Morgano reformam completamente o hotel que reabre em 1934 com o nome de Morgano Tiberio.

1947

Começa a Dolce Vita

A princesa Margaret se hospeda no Morgano Tiberio e atrai as lentes dos paparazzi. A escritora Camilla Cederna embriaga os guardas da Scotland Yard e consegue entrar no quarto da princesa e divulga a notícia que ela usava bobes de couro. Começa a dolce vita e Capri se transforma no destino preferido das estrelas de Hollywood.

Família Morgano
Família Morgano
1949

Nasce a Pazziella

Mario e Pina Morgano compram o terreno onde viria a ser construída a Pazziella: o nome foi dado graças a uma piada de Angela Morgano sobre a facilidade com a qual este pequeno hotel foi erguido. Apenas 7 quartos e uma hospitalidade familiar, praticamente o primeiro boutique hotel de Capri. Funcionava o ano inteiro: na época Capri era um destino disputado durante o inverno.

1962

Chega o Scalinatella

Mario e Pina compram uma casa de luxo na rua Tragara como residência particular. Às vezes, quando não tinham lugar no Pazziella, eles hospedavam os clientes mais frequentes nesta casa. O sucesso foi tão grande que muitos começaram a preferir se hospedar ali invés do Pazziella ou do Quisisana. Assim nascia o "La Scalinatella".

Família Morgano
Família Morgano
1981

A realização de um sonho

Mario Morgano compra o Quisisana, realizando o sonho do avô Giuseppe que tinha criado o Tiberio inspirado no Quisisana e no seu tio Nicolino que tinha tentado comprá-lo em 1955. Depois da gestão Grunding, o hotel retorna ao seu antigo esplendor.

Família Morgano
1982

Enrico comanda o La Scalinatella

Enquanto Mario estava ocupado tentando trazer o antigo brilho ao Quisisana, o filho Enrico se dedicava a direção do La Scalinatella, transformando-o em um modelo para os pequenos hotéis de luxo, aqueles que hoje são conhecidos como "boutique hotel".

1986

Os fantásticos anos 80

Em poucos anos Mario Morgano e Pina Morgano fazem o Quisisana voltar a ser o grande hotel reconhecido em todo mundo. Em 1986 ele entra para a rede de hotéis de luxo Leading Hotels of the World. No Quisisana se hospedam Tom Cruise, o Spandau Ballet e o Duran Duran. Pela primeira vez é necessário colocar guarda-costas na entrada do hotel para conter a multidão em delírio...

Família Morgano
Família Morgano
1994

Uma nova casa para os Morgano

A família Morgano une suas forças e compra Casa Morgano, a casa ao lado do Scalinatella, criando um outro pequeno hotel de luxo nos moldes do Scalinatella com quem compartilha os terraços com vista para o mar.

2007

Chegam os reconhecimentos mais importantes

O La Scalinatella foi eleito pela revista Condèe Nast Traveller o melhor hotel do mundo e o Quisisana é o "Hotel ideal na Itália".

Família Morgano
Família Morgano
2011

Aniversário junto com a Itália

O Quisisana comemora seus 150 anos de atividade no mesmo ano dos 150 anos da União da Itália. E a história continua...

2015

A tradição de família continua...

Depois de se dedicar ao La Scalinatella e ao Casa Morgano, Nicolino Morgano se transforma em diretor geral do Quisisana di Capri, seguindo os traços do pai Mario.

Família Morgano